Psicologia do desenvolvimento

PSICOLOGIA DO DESENVOLVIMENTO

A Psicologia pode ser definida como a ciência que estuda os processos mentais (sentimentos, pensamentos, razão) e o comportamento humano.

Quando falamos de desenvolvimento humano, pelo ótica da Psicologia, devemos considerar que o desenvolvimento do ser humano acontece, desde antes do nascimento até a morte, passando inclusive pelos processos de luto.

As mudanças são mais óbvias durante a infância, porém ocorrem durante toda a vida e envolvem variáveis afetivas, cognitivas, sociais e biológicas em todo o ciclo de vida.

O desenvolvimento humano refere-se à interação do indivíduo com o ambiente físico e social, a partir daí, se estabelece o desenvolvimento mental e crescimento orgânico.

A alfabetização, que nos séculos anteriores era requisito principal que abria portas para uma vida de qualidade superior e era o foco principal da educação, agora é apenas uma das inúmeras habilidades que o ser humano necessita para mover-se socialmente.

A educação do século XXI pressupõe uma consciência global, o que demanda conhecimento, além da alfabetização, das novas tecnologias e sistemas de comunicação, economia e política sempre em nível mundial. Isso requer uma preparação técnica mais especializada e exige da criança maior dedicação nessa preparação para, futuramente, estar apta ao mercado de trabalho.

É fundamental observarmos que o desenvolvimento humano é determinado pela interação de vários fatores. Até o comportamento mais simples costuma resultar de muitas influências distintas. Esses fatores são:

Hereditariedade – A carga genética herdada dos pais biológicos da criança estabelece o seu potencial de desenvolvimento. Entretanto, essas potencialidades poderão ou não se desenvolver de acordo com os estímulos advindos do meio ambiente

Crescimento orgânico – Aplica-se ao aspecto físico. À medida que a criança vai se desenvolvendo fisicamente, como o aumento da altura e estabilização do esqueleto, é consentido que ela veja o mundo de uma forma que antes não era possível. Outro fator importante de ser levado em consideração é a variável biológica, por exemplo, falta de oxigênio durante o processo de nascimento e desnutrição.

Maturação Neurofisiológica – É o que torna possível determinados padrões de comportamento. Por exemplo, a alfabetização da criança depende desta maturação. O aluno, para ser adequadamente alfabetizado, deve ter condições de segurar e mover um lápis com habilidade para escrever ou rabiscar, para tanto, é necessário um desenvolvimento neurológico que uma criança de dois anos ainda não possu

Meio Ambiente – Conjunto de influências e estimulações ambientais que alteram os padrões de comportamento do indivíduo (Ambiente sociopsicológico imediato e cultural no qual a criança se desenvolve).

Conforme notamos, o desenvolvimento humano é, em qualquer momento, um produto da interação contínua da hereditariedade e da influência do meio. É importante entendermos que as influências biológicas e ambientais atuam sempre em conjunto.

Por: Karina Santana

Psicologia do desenvolvimento 1

2018-10-01T08:41:54-03:00
Neuropsicóloga - CRP: 04/32975 Especialista em Terapia Cognitivo Comportamental

Deixe uma resposta